TOP NEWS

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Maecenas mattis nisi felis, vel ullamcorper dolor. Integer iaculis nisi id nisl porta vestibulum.

domingo, 1 de setembro de 2013

Representantes de Deus


 

Como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida. Romanos 6:4

A todos aqueles que querem ser Seus discípulos, Jesus pede que tomem Seu jugo e aprendam dAquele que é manso e humilde de coração. Ele promete que aqueles que isso fizerem acharão descanso. A mansidão e a humildade que caracterizam a vida de Cristo serão manifestadas na vida e no caráter dos que andam “como Ele andou” (1Jo 2:6). [...]

Bem-aventurado quem pode dizer: “Sou culpado diante de Deus, mas Jesus é meu advogado. Tenho transgredido Sua lei. Não posso salvar a mim mesmo, mas faço do precioso sangue que foi vertido no Calvário toda a minha defesa.” [...]

Cristo veio exaltar a lei e torná-la gloriosa. Veio engrandecer o antigo mandamento que tínhamos desde o princípio. Necessitamos, portanto, da lei e dos profetas. Necessitamos do Antigo Testamento para nos trazer até ao Novo Testamento, que não toma o lugar do Antigo, porém nos revela mais claramente o plano da salvação, dando significado a todo o sistema de sacrifícios e ofertas, e à palavra que tivemos desde o princípio. A cada pessoa é imposta perfeita obediência, e a obediência à expressa vontade de Deus nos tornará um com Cristo. Ela nos habilitará a viver nobremente, pois a vida de Cristo, como um servo de Jeová, foi nobre. […] A confiança própria e a independência pecaminosa impedirão muitos de receberem os mais ricos dons de Cristo. […]

O mesmo Jesus que ordenou que o amor fosse um princípio dominante na antiga aliança também ordenou que o amor fosse o princípio que regesse o coração de Seus seguidores no Novo Testamento. A atuação do princípio do amor é a verdadeira santificação. Aqueles que andam na luz serão filhos da luz e difundirão luz aos que estão ao seu redor, em bondade, em afeição, em inconfundível amor. [...]

A doutrina pura estará unida às obras de justiça. Os preceitos celestiais serão misturados com as práticas santas. O coração que se enche da graça de Cristo manifestará paz e alegria, e onde Cristo habita, o coração será purificado, elevado, enobrecido e glorificado (Youth’s Instructor, 8 de novembro de 1894).

Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira.

Obra de: Amilton Menezes 
1

sábado, 31 de agosto de 2013

Obra completa

Eu Te glorifiquei na Terra, consumando a obra que Me confiaste para fazer. João 17:4

Quando Cristo expirou na cruz, bradando em grande voz: “Está consumado!” (Jo 19:30), Sua obra foi completada. O caminho havia sido aberto; o véu, rasgado em dois. A humanidade podia se aproximar de Deus sem ofertas sacrificais, sem os serviços de um sacerdote. O próprio Cristo era sacerdote para sempre, segundo a ordem de Melquisedeque. O Céu era o lar dEle. Ele viera a este mundo para revelar o Pai. A obra no campo de Sua humilhação e do conflito estava feita. Ele ascendeu aos Céus e está para sempre entronizado à destra de Deus.

A vida de Cristo neste mundo havia sido de trabalho árduo, uma vida ocupada e diligente. Ele ressuscitou dentre os mortos e por quarenta dias permaneceu entre os discípulos, instruindo-os em preparação para Sua partida. Agora estava pronto para as despedidas. Havia demonstrado a realidade de um Salvador vivo. Os discípulos não precisavam mais relacioná-­Lo com o sepulcro de José. Podiam pensar nEle como glorificado perante o universo celestial. [...]

Todo o Céu esperou com ansiosa expectativa pelo fim do período de permanência do Filho de Deus em um mundo todo cauterizado e desfigurado pela maldição. Em proporção com a humilhação e o sofrimento de Cristo está Sua exaltação. Ele só poderia Se tornar o Salvador e o Redentor sendo primeiro o Sacrifício. [...]

Cristo veio à Terra como Deus em forma humana. Ele ascendeu ao Céu como Rei dos santos. Sua ascensão foi digna de Seu exaltado caráter. Ele ascendeu do Monte das Oliveiras em uma nuvem de anjos, que triunfalmente O acompanharam à Cidade de Deus. Não ascendeu em Seu próprio interesse, mas como o Redentor da nova aliança com os filhos e filhas que nEle creem, e são assim considerados por meio da fé em Seu nome. Partiu como o Poderoso na batalha, um conquistador, levando cativo o cativeiro, em meio a aclamações de louvor e cânticos celestiais. [...]

Que contraste foi a recepção de Cristo em Seu retorno ao Céu com Sua recepção na Terra! No Céu, tudo era lealdade. Não havia tristeza nem sofrimento a recebê-Lo. [...]

Chegara o tempo de o Universo celestial receber o Rei (Signs of the Times, 16 de agosto de 1899).

Texto: Ellen G. White, do devocional 2013 “Perto do Céu”, da Casa Publicadora Brasileira. 

Texto estraido do site de: Amilton Menezes
1

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Aumentam casos de HPV em homens contraído no sexo oral


O enorme aumento no número de casos de cânceres de cabeça e pescoço ligados ao HPV ao longo de duas décadas está mostrando o risco dessa infecção sexualmente contraída por um novo grupo: os homens. Uma nova pesquisa mostra que entre 1988 e 2004, o câncer de cabeça, pescoço e garganta relacionados ao HPV aumentaram em 225%, um índice alarmante. Dentro da próxima década a incidência desses cânceres – quase sempre contraídos como resultado de sexo oral – irá superar o câncer do colo do útero, e a maior parte dos casos será em homens. Mesmo assim, o HPV é muitas vezes deixado de lado nas discussões públicas – assim como a vacina que pode preveni-lo. Quando a vacina contra o HPV entra em pauta, normalmente ela é focada em jovens mulheres e no câncer cervical. Mas o HPV também causa câncer orofaríngeo e anal, fato poucas vezes divulgado pelas organizações médicas, governos e acadêmicos, que preferem não entrar em qualquer debate sobre práticas sexuais.

O fato é que também deveria haver campanhas para vacinação em homens. Os diagnósticos de câncer de cabeça e pescoço decorrentes de exposição sexual têm aparecido em pessoas cada vez mais jovens – até recentemente ele só atingia pessoas na faixa dos 60 anos associado ao fumo e bebida.
Estatísticas dos EUA mostraram que cerca de 90% dos homens e mulheres entrevistados praticaram sexo oral com um parceiro do sexo oposto. 36% de mulheres e 44% dos homens fizeram sexo anal. Estatísticas como essa, aliadas as conclusões do novo estudo sobre as taxas de câncer de cabeça e pescoço, mostram que uma recomendação mais ampla de vacina contra o HPV é urgente.


Nota: Infelizmente, como admite o texto acima, “organizações médicas, governos e acadêmicos [...] preferem não entrar em qualquer debate sobre práticas sexuais”. É exatamente por isso que estamos sofrendo uma verdadeira epidemia de doenças sexualmente transmitidas (DSTs). Fala-se em “sexo seguro”, mas a verdade é que a promiscuidade joga as pessoas numa verdadeira roleta-russa – e elas acham que a fina proteção de látex (camisinha) as protegerá de tudo (o HPV, por exemplo, pode ser transmitido pelo contato da pele das partes íntimas, como a virilha, mesmo que não haja penetração). Curiosamente, a abstinência antes do casamento e a fidelidade conjugal nunca passam pela cabeça das autoridades como meio mais seguro de se evitar as DSTs e outras “dores de cabeça” decorrentes do sexo promíscuo. Para os que concordam com o sexo oral e se mantêm abstinentes, o HPV não será problema. Mas existem outros problemas, como os relatos a seguir deixam bem evidentes:

Menina sexualmente ativa durante o ensino médio. Não tinha sintomas de DST e nunca fez exames. Anos depois, encontrou o homem dos sonhos dela. Se casaram, mas não puderam ter filhos. Ela tinha Doença Inflamatória Pélvica (DIP) causada por clamídia.

Rapaz perdeu a virgindade aos 15 anos com uma garota a quem pensava amar. Dez anos mais tarde, ele aprendeu o que é o verdadeiro amor ao encontrar a mulher de sua vida e se casar com ela. Ela se casou virgem. Após vários anos de casados, a esposa descobriu que estava com câncer de colo do útero, provavelmente causado pelo HPV que o marido lhe havia transmitido sem saber. Embora ela tenha escolhido esperar, foi forçada a pagar um alto preço porque ele não esperou.

Nota de Michelson Borges: Mais uma vez fica evidente que o único sexo verdadeiramente seguro é aquele praticado na relação matrimonial monogâmica e heterossexual.
0

quarta-feira, 6 de março de 2013

A mídia e a mulher (palestra)

Clique aqui para ver a apresentação em Prezi.
 
 
 
 
 
Fonte: blogCriacionismo
0

Noticias Igreja

Carregando as últimas notícias...

Amigos

noticias do G1